Busca no Início de Carreira

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Tabela de Salários - AFRF - Auditor Fiscal da Receita Federal 2008

Com a recente publicação da Medida Provisória 440/2008 (MPV440), ficaram reajustadas a remuneração de servidores públicos de diversos cargos e carreiras.

Atendendo a pedidos de alguns leitores, resolvemos publicar as novas remunerações para diversos cargos.

Na tabela abaixo se encontram os novos valores da remuneração bruta para o cargo de Auditor Fiscal da Receita Federal - AFRF, da Carreira de Auditoria da Receita Federal e de Auditoria Fiscal do Trabalho.

Vale ressaltar que a remuneração desses cargos é por subsídio, ou seja, não incidem quaisquer outros adicionais ou vantagens sobre o valor dos subsídios mencionados na tabela. O salário inicial de carreira para quem começar agora será de R$12.535,36 e o final será de R$19.451,00, muito bons salários...

Boa sorte sempre!

CARREIRA DE AUDITORIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL E CARREIRA DE
AUDITORIA-FISCAL DO TRABALHO VALOR DO SUBSÍDIO

a) Tabela I: Cargos de Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil e Auditor-Fiscal do Trabalho

Em R$

CLASSE

PADRÃO

VALOR DO SUBSÍDIO

EFEITOS FINANCEIROS A PARTIR DE

1o JUL 2008

1o JUL 2009

1o JUL 2010

ESPECIAL

IV

16.680,00

18.260,00

19.451,00

III

16.378,46

17.934,39

18.910,61

II

16.083,60

17.615,25

18.576,24

I

15.795,19

17.302,23

18.247,78

B

IV

15.114,97

16.608,73

17.545,94

III

14.829,14

16.287,14

17.201,90

II

14.549,81

15.972,19

16.864,61

I

14.276,81

15.663,75

16.533,93

A

V

13.679,49

15.042,71

15.898,01

IV

13.426,66

14.753,69

15.586,28

III

13.179,54

14.470,63

15.280,67

II

12.937,97

14.193,38

14.981,05

I

12.535,36

13.067,00

13.600,00

47 comentários:

Cici disse...

Qual a formação exigida para esse cargo?

Bruno disse...

Não há formação específica. Qualquer uma é aceita. Basta passar no concurso mais difícil do Brasil.

Francis disse...

ñ é nem de perto o mais dificil do brasil

Anônimo disse...

Não é o mais difícil, mas está longe de ser o um dos mais fáceis. Não é somente a ampla concorrência... É o excesso de conteúdo divido em 3 provas consecutivas. Não acredito que algum candidato consiga absorver todo o conteúdo a ser estudado... É uma maratona!!!

Anônimo disse...

É com certeza uma maratona, mas estamos ai na luta, com muita dedicação, pra conseguir passar.... Bom dia a todos!!!

Anônimo disse...

Alguém sabe me dizer se durante o curso de formação para afrf a ajuda de custo é mensal ou é recebida somente ao final do curso?

Anônimo disse...

olha cara.. não sei.. mas que é um baita salário... eu só largo meu cargo público por um destes...
hehehe.. abraço!

Anônimo disse...

Durante o Curso de Formação o valor recebido é a metade do subsídio inicial. Em 2005/2006 foram 3 meses de curso e quase mais 1 mês até a posse, no qual não se recebe nada.

Com certeza não é o mais difícil, mas está muito longe dos mais fáceis. Realmente as provas são uma maratona. Além de você saber a matéria você precisa saber fazer a prova!

Abs e Boa Sorte a todos!

Anônimo disse...

Então durante os 3 meses se recebe a metade do salário e após isso, até a posse, não recebe nada??

AH, e quanto tempo se passa em cada padrão?

Anônimo disse...

Se eu fizer a prova em São Paulo, por exemplo, eu serei nomeado nesse estado? Ou seja, o local em que eu fizer a prova vai definir o estado em que farei o curso de formação e onde serei lotado(isso se for aprovado, é claro...)?

Anônimo disse...

Aqueles que estão na luta a algum tempo...me respondam: qual o curso para o concurso de AFRF de maior renome no estado do Rio. (o curso preparatório com maior numero de aprovação??)

Editor do Blog Início de Carreira disse...

Saiu o Edital. A classificação é nacional, independentemente de onde fizer a prova. Quanto aos cursinhos, fica o espaço aberto para o público comentar!

Vitor disse...

eu passei nesse concurso, é difícil, na segunda etapa eles pagaram 80% do vencimento do AFTN, e pagam até a nomeação.. as provas do curso de formação é que são o bicho... aí no Rio procure o curso espcial de legislação tributária DORAZIL ALVES PEREIRA ou DORIAN, foi lá que eu aprendi tudo sobre legislação tributária...

Aline disse...

Há índices de reprovação na segunda etapa? Grandes? Qnts aos cursinhos...alguém tem mais indicações?

wonder disse...

Prezados

Sou graduado em Marketing, pós-graduado em Gestão de Recursos Humanos, pós-graduando nos cursos de 1) Logística e 2) Planejamento e Gestão Estratégia. Falo Inglês, entendo tudo de Informática, já fui até programador, autodidata em eletrônica de projetos, etc.

Tenho 44 anos de idade, nunca estudei para concursos... estou desesperado para mudar a minha vida, alguém pode me ajudar sendo franco e dizendo o que seria para mim começar a estudar para este concurso? É o fim do mundo? Devo tentar? Seria uma maratona de 3 anos estudando pelo menos 4 horas diárias? É pouco? Existe material que eu possa comprar pois aqui na minha cidade não existem cursos. Por favor, estou realmente inseguro, quem puder me dê uma luz. Obrigado!

Anônimo disse...

O concurso mais difícil do Brasil é o de Juiz Federal. O concurso da receita requer um certo esforço ( digo, de cara, que não é moleza).

Anônimo disse...

tipo eu quero começa, que tipo de faculdade eu preciso fazer para para entrar nessa especialidade ?
e depois fazer os cursos de pos graduação..

Anônimo disse...

Wonder,

eu estudo pra concursos da área fiscal faz 1 ano. Passei para analista da receita, mas objetivo o cargo de auditor da receita. Por isso, posso te indicar o caminho das pedras pra começar a estudar. Me manda um e-mail: moraesferreira@gmail.com

Anônimo disse...

eu tambem estava estudanto há um ano e meio pro concurso de auditor, infelizmente nao deu,apesar de ter faltado pouco. Porem estou perto de conseguir uma vaga de analista, pretendo assumir mesmo que seja no meio da amazonia! e vou continuar estudando pois tem muitos analistas que acabam passando mais tarde para auditor.

Anônimo disse...

Olá...eu trabalho na RFB, sou do concurso de 2003, se alguém está com dúvidas a respeito de como entrar, estudar e etc , ou quer alguma orientação correta pode escrever para o meu e-mail junioraud@yahoo.com.br.
Abraços.

Anônimo disse...

na boa, é sim o concurso mais difícil do Brasil, pelo menos em relação a concorrência. São caras formados no ITA, IME, Poli, etc. que entram na jogada. Diferente de concursos da área jurídica...

Anônimo disse...

Gente tenho 15 anos, mas quero essa profissão mais que tudo, quero me preparar desde agora , que cursos devo fazer para me preparar? ou quando for fazer faculdade qual devo fazer?

IGOR disse...

RAPAZ, SE VC É DO RIO DE JANEIRO TEM A "ACADEMIA DO CONCURSO PUBLICO"
CLARO, OQUE VALE É SUA DEDICAÇÃO AOS ESTUDOS.

SUCESSO!

Anônimo disse...

É bom começar estudando as matérias que com certeza não vão sair do edital anterior, como direito constitucional, administrativo, previdenciário, língua portuguesa, e, com toda certeza, contabilidade!

Anônimo disse...

Alguém sabe me dizer quanto ganha um auditor na iniciativa privada (auditor independente)?

Anônimo disse...

para eu que to fazendo contabilidade eh bom aproveitar as materias de direito tributario desde agora??

Anônimo disse...

Acho certas pessoas engraçadas. Odeio quando alguém compara o concurso de AFRFB com o de juiz. Com certeza, não fez a prova.
São 17 matérias, que na verdade, se transformam em 23.
Depois, provas discursivas: 8 redações.

Juiz tem que estudasr direito, muito direio. Só.

AFRFB tem que estudar direito (na última prova, foram seis, inclusive jurisprudencias), mat finan, estatistica, rac logico, contabilidade, auditoria, portugues, ingles, adm publica, economia, finanças, administração finan e orçamentária....

Posso falar, pois sou AFRFB aprovada no último concurso, este é sim um dos mais difíceis do Brasil...

Anônimo disse...

Não me venha com essa de que juiz ganha mais pq é mais dificil o concurso. A verdade é que o judiciário tem um número infinitamente menor de funcionários. É só comparar o tamanho da Receita, um órgào do executivo, com o judiciário inteiro...

Tenha certeza que a concorrência é preparadíssima, mas que é possível sim passar...
Na minha opinião, concorrer com quem fez direito é fichinha, perto de pessoas com quem concorri, formados no Ita, engenheiros, físicos, ou seja, pessoas que pensam bastante.

Anônimo disse...

Alguém poderia dar sua opinião sobre o grau de dificuldade do concurso para o ICMS-RJ? Obrigado

junior de bh disse...

gostaria de saber o q é o curso de formação para auditores fiscais da receita federal , alem de passar no concurso , tem q realizar prova para o curso de formação , essa prova define em qual area vai trabalhar gostaria de mais informações

joelma disse...

Estou muito interessada em prestar esse concurso de AFRF e gostaria que alguém me dissesse se é muito difícil ou quase impossível alguém como eu que sempre trabalhei na área da educação passar num concurso como este, tão concorrido, pois estou com muita vontade de mudar de ramo e entrar na área fiscal.
Obrigada.

Anônimo disse...

Joelma,
muito estudo, mas dá,eu sou veterinária e agora fiscal
bons estudos

diego disse...

meu primo passou com a melhor prova do centro do pais, ele fez em cuiabá e foi chamado esta semana! fodão é ele

Anônimo disse...

pessoal so com o ensino medio eu consigo prestar esse concurso e so estudando em casa ha possibilidade de passar?

Anônimo disse...

A exigibilidade é ensino superior, quanto a estudar em casa.. vc acredita em papai noel? a materia eh muito extensa, complexa e cheia de macetes, sendo a melhor indicação de inicio vc procurar algum curso com especialidade neste concurso.

Anônimo disse...

Não é o concurso mais difícil do país de modo algum. O mais difícil e complexo com certeza é o do MPF (Ministério Público Federal), no qual já ocorreu de não haver o preenchimento de todas as vagas oferecidas no edital porque apenas uma parte dos candidatos atingiu a pontuação mínima, isto é: sobraram vagas! Também não é um concurso que só passam pessoas formadas no ITA e etc, tenho um amigo que passou no último concurso de AFT e ele era técnico do TRT da minha cidade e é formado em Direito. O concurso do AFT é sim um concurso que exige bastante estudo porque apresenta ampla matéria e um bom nível de profundidade das questões, mas não é impossível, inclusive apresentando questões menos complexas que os concursos da Magistratura Trabalhista. O fato é que por ser um edital bastante próprio, se você não tem conhecimento em matéria trabalhista e previdenciária, é interessante assistir aulas específicas, que você pode achar on line como no site euvoupassar e outros como Renato Saraiva. Espero ter ajudado!

Anônimo disse...

Tenho duas colegas que estudaram comigo na faculdade e que passaram para AFT com menos de 06 meses de estudo, o que é quase impossível em concursos similares na área jurídica. É tudo muito relativo, você deve procurar o material certo para o estudo e ter muita persistência e planejamento. Saber priorizar o tempo que possue e quando estiver estudando realmente estar focado no estudo...

Anônimo disse...

Wonder, dá para estudar. Pegue as provas do último concurso e o edital, você terá uma noção da dificuldade.

Marcos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Diogo disse...

O fato dos cargos de procurador federal ou juíz, não serem preenchidos nos concursos se devem a motivos óbvios. primeiro só podem ser preenchidos por bachareis em direito, o que exclui uma gama de candidados fortíssimos. Não tem como comparar o grau de esforço de uma pessoa formada em direito, que tem uma dificuldade mediana, com uma formada em física, estatística, matemática, economia ou engenharia.Disciplinas como Análise matemático, teoria da medida, física quântica, macroeconomia dinâmica, exigem um grau de abstração, dedicação e concentração sem paralelos com disciplinas de direito. Quem faz concurso para Receita ou Bacen, enfrentam esse tipo de concorrência. Li vários tomos jurídicos, de direito constitucional, administrativo, tributário, etc. Os exercicios que faço, são de provas de procurador, juiz, AGU, e mantenho uma média de 80%. Passaria fácil no ponto de corte para procurador federal do MPF, o que não acontece com os bachareis formados na área.
Outros dois pontos, que tornam mais fácil as provas da área jurídica:1-As matérias são sempre as mesma, e somente de direito. Quando acrescentaram sociologia e filosofia jurídica, num nível que qualquer um que leia um livro introdutório responderia(quem duvidar, verifiquem as ultimas provas da magistratura)muitos candidatos ficaram aterrorizados. para ver a falta de versatilidade desse público.
2-Há uma quantidade absurda de concursos reservados apenas para advogados, de modo que aqueles que estudam sempre conseguem passar, basta superar o ponto de corte. Como existe mais oferta de vagas do que de bons advogados,muitas ficam sem serem preenchidas, o que passa a falsa impressão de que as provas são dificílimas.No caso do concurso para a Receita federal, as provas ocorrem em média de tr~es em três anos, existem uma infinidade de candidatos aguardando e se preparando especificamente para aquela prova.
Dito isso, acho que fica mais do que claro que concursos de procurador e de juiz, não apresentam essa dificuldade toda que se pregam.

Anônimo disse...

Gostaria de saber se alguém pode me dizer em termos de porcentagem no concurso de AFRF, um candidato tem que acertar quantos por cento da prova pra dizer que está aprovado.

Joelma disse...

Gostaria de saber se alguém pode me dizer em termos de porcentagem no concurso de AFRF, um candidato tem que acertar quantos por cento da prova pra dizer que está aprovado.

Eduardo disse...

Ola pessoal?
tenho vontade de passar num concurso pra areá fiscal como ATRFB, será possível passar num concurso desses estudando apenas em casa sem auxílio de professores que possam me orientar. Alguém conseguiu esse feito?
abraço pessoal.

Anônimo disse...

O consurso AFTN (atual AFRF) de setembro de 1994 é considerado um dos concursos públicos mais difíceis até hoje.
De 86.000 candidatos para 1.000 vagas, somente 396 passaram. Sobraram mais de 600 vagas aproveitadas para o concurso seguinte.
Bem mais que no concurso do MPF.

Anônimo disse...

O curso de formação é uma das etapas mais estressantes de todo o concurso ARFR.
Para se ter uma idéia, são dezenas de provas sem segunda chamada.
Quando fiz o curso de formação, em 1995, teve um candidato que fez a prova no dia d enterro do próprio pai.

Anônimo disse...

Eu passei no concurso para Juiz , facil demais hoje estou ganhando 33.600,00 FEDERAL

Anônimo disse...

Minha prima é AFTN em final de carreira e seus proventos brutos são em torno de R$21.000,00 e poucos. Vou estudar!
Informação atual. 04/2014